ACOMPANHAMENTO CRÍTICO:  
PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO CRÍTICO PARA ARTISTAS COM DANIELA AVELLAR 

Arte Sonora.jpg
  • CURADORA CONVIDADA: Daniela Avellar

  • ENCONTROS: 12 encontros por ZOOM (2h cada)

  • HORÁRIO/DIA: A ser definido com grupo selecionado

  • DURAÇÃO: 3 meses | 1 encontro por semana

  • EXPOSIÇÃO: novembro

  • PROGRAMA: detalhes abaixo

  • VALOR: R$400 por mês (totalizando R$1.200)

  • PRAZO: Inscrições até dia 23/07 as 23:59h

  • DÚVIDAS: info@casadaescadacolorida.com

CHAMADA ABERTA 

 

Esta é uma Chamada Aberta para o 7º ciclo do Programa de Acompanhamento Crítico da Casa da Escada Colorida, voltado para artistas de qualquer disciplina e de qualquer região do Brasil. Com base nas inscrições (link acima) e na entrevista com as Diretoras Artísticas da Casa, serão selecionados 8-12 artistas para participar de um programa virtual de 3 meses de duração, com início previsto para a 1a semana de agosto de 2022 e término na primeira semana de outubro abril de 2022, e exposição de encerramento a partir de outubro.

 

O Programa de Acompanhamento Crítico para Artistas da Casa da Escada Colorida é destinado a artistas residentes em qualquer região do Brasil. O programa é virtual e tem como principal objetivo contribuir para que os artistas participantes desenvolvam suas poéticas particulares e dêem corpo às suas produções artísticas. O acompanhamento será realizado em reuniões coletivas, em que os artistas serão apresentados a possíveis interlocutores de seus trabalhos. Eles também serão inquietados por meio de exercícios, que possam fornecer novas perspectivas para suas poéticas, bem como auxiliar cada artista a formular discursos sobre seu próprio trabalho.

 

Ao final do ciclo, será realizado um produto final, que pode assumir a forma de uma exposição na Casa da Escada Colorida, publicação ou outra alternativa, a depender do desejo dos artistas e da natureza de suas poéticas.

 

Serão 12 encontros virtuais (um por semana, com duração de 2h), realizados com os gestores da casa e/ ou Daniela Avellar*, a pesquisadora convidada que acompanhará o processo.

 

PLANO DE CURSO

 

ENCONTRO 1
Apresentação do programa de acompanhamento crítico para artistas
Apresentação da Casa da Escada Colorida
Proposição do primeiro da série de exercícios que se valem das noções de arquivo e de fabulação:
Através da ideia de arquivo pensaremos, a partir do conjunto de memórias, imagens, sons e palavras de cada artista-participante, as possibilidades de construção de um contra-arquivo, ou um repositório em deslocamento e disseminação. As produções, pesquisas e as poéticas de cada um enquanto um arquivo virtual - como criar a partir de suas lacunas?
Já através da ideia de fabulação, tomaremos o arquivo em desconstrução em sua radicalidade. Como dar conta dos objetos e suas histórias? A fabulação é uma especulação que se move entre fato e ficção, com ela mobilizaremos a noção de narrativa, pensando as práticas de cada artista-participante, as questões trazidas e os interesses específicos de cada um na medida em que nos deslocamos, em conjunto, pelo programa de acompanhamento.

 
ENCONTROS 2 e 3: Dedicados às práticas do primeiro exercício

ENCONTROS 4, 5 e 6: Apresentação e discussão de portfólios
Proposição do segundo exercício da série

ENCONTRO 7 e 8: Dedicados às práticas do segundo exercício
 
ENCONTRO 9: Discussão do projeto final: curadoria de obras/interlocução. Como os exercícios a partir da ideia de arquivo e fabulação criam inflexões na prática de cada atista-participante? 
 
ENCONTROS 10: Discussão do projeto final: pensando o projeto expográfico e as questões de espacialidade

ENCONTRO 11: Encontro em aberto para pensarmos projeto final ou preencher possíveis lacunas de tempo quando ainda em exercícios/apresentação de portfólio
 
ENCONTRO 12: Planejamento, execução e produção do projeto final

 

 Haverá um produto final no final do ciclo - podendo ser exposição, publicação ou outra opção.

 

 

VALORES

 

  • O valor do programa de residência é de R$400 mensais, durante 3 meses, totalizando R$1.200.

  • Duas vagas serão destinadas a bolsistas. A bolsa não inclui qualquer tipo de valor a ser recebido pelo artista selecionado e sim gratuidade na participação do programa.

  • Caso seja realizada exposição, cada residente contribuirá com uma taxa única de R$200 para montagem.

Daniela Avellar é doutoranda em Comunicação e Estética (UFRJ, Rio de Janeiro). Mestra em Estudos Críticos das Artes (UFF, Rio de Janeiro). Graduada em Psicologia Clínica (PUC-Rio, Rio de Janeiro). Atualmente pesquisa a escuta como ferramenta conceitual na criação de poéticas contemporâneas e ministra cursos em torno do tema, entre eles: “Da partitura à ação” (2020), “Políticas de escuta” (2020-2021), "Diagramas Sonoros" (curso de extensão pela UFPB em parceria com Rui Chaves, 2021, Paraíba),  “Remapear a escuta” (2021) e “Arte sonora não-coclear e outras escutas”, esses dois últimos no festival Novas Frequências, curado por Chico Dub. Colabora na Curadoria e Programação da Refresco, espaço independente carioca localizado na Gamboa, onde realiza também acompanhamento crítico Residências artísticas. Também realiza acompanhamentos em outros formatos: “Acompanhamento crítico em arte sonora” (2022, Casa da Escada Colorida, Rio de Janeiro), entre outros. Em 2021 publicou os seguintes capítulos de livro: "O Som para fora dele mesmo: (des)considerações sobre uma escuta não coclear e acusmática" (Em "Estudando o som", Org: Chico Dub, Numa Editora), "An Amplified Echo, a Carbonated Resonance" (Em "Bordes-Listening/Escucha-Liminal", Org: Alejandra Cardenas, Radical Sounds). Foi curadora da exposição "Primeiro-Encontro/Último-Encontro", individual do artista Simon Fernandes (2022) e co-curadora da exposição de arte sonora latino-americana Somarumor (2019), entre outras.